Portal da Saudade

Resurgendum Cum Christo

Tranquilidade e Segurança aqueles que tanto sentem a perda de um ente querido.

Portal da Saudade na Cripta da Catedral

Cripta da Catedral
O Portal da Saudade foi desenvolvido para acolher os restos mortais dos fiéis, após a exumação ou cremação dos entes queridos, em um ambiente de oração, fé e esperança na ressurreição.
Conforto e segurança em ambiente de paz, no subsolo da Catedral de São Sebastião no Centro do Rio de Janeiro, é um verdadeiro, é um verdadeiro incentivo às boas lembranças daqueles que já partiram e aqui deixaram muitas recordações.

Como funciona a Cripta


O Portal da Saudade está localizado no subsolo da Catedral, embaixo do Altar-mor. Possui em seu interior Alas com nichos (lóculos), para guarda de restos mortais ou cinzas, dispostos ao redor de um altar, onde toda segunda-feira é celebrada a Santa Missa em sufrágio às almas dos que ali se encontram, mesmo sem a presença dos parentes.

Como faço a Exumação



A exumação ocorre três anos após o sepultamento. A família deve adquirir o direito de uso na Catedral, com antecedência e requerer junto à administração do cemitério a exumação dos restos mortais, até 30 dias depois de completar o ciclo de três anos de sepultado
Lóculos

Instrução do Vaticano sobre Cremação

A instrução Ad resurgendum cum Christo, aprovada pelo Papa Francisco, com a temática da sepultura dos defuntos e da conservação das cinzas da cremação, afirma que: Lugares sagrados favorecem à memória e a oração pelos defuntos da parte dos seus familiares e de toda a comunidade cristã. A cremação não é proibida, a não ser que tenha sido preferida por razões contrárias à doutrina cristã.

As cinzas do defunto devem ser conservadas por norma, num lugar sagrado, isto é, no cemitério ou, se for o caso, numa Igreja. A conservação das cinzas num lugar sagrado pode contribuir para que não ocorra o risco de afastar os defuntos da oração e da recordação dos parentes e da comunidade cristã.

A instrução não permite a dispersão das cinzas no ar, na terra ou na água. Excluindo-se, ainda a possibilidade da conservação das cinzas cremadas sob a forma de jóias ou em outros objetos.